Header Ads

Deputado Ronaldo Medeiros critica atendimento do Banco do Brasil em Delmiro Gouveia

Imagem montagem Adalberto Gomes
Na abertura do segundo semestre do terceiro ano legislativo, nesta terça-feira, 1º de agosto, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB) usou a tribuna do Parlamento para denunciar a precarização no atendimento do Banco do Brasil para com a população do alto sertão alagoano. Ele considera a situação como um descaso e desrespeito para com os clientes da instituição financeira e informou que protocolou requerimentos no quais solicita a realização de uma sessão pública para discutir sobre o atendimento bancário oferecido aos alagoanos e convoca o superintendente do banco do Brasil, em Alagoas, Marcos Felício Sanches para que preste esclarecimentos sobre os serviços que o banco vem oferecendo ao Estado.

O parlamentar informou que irá denunciar o caso ao Ministério Público Estadual e demais instituições responsáveis, além de ingressar com ações judiciais para que o Banco do Brasil volte a prestar serviço de qualidade aos alagoanos, porque, segundo Medeiros, a má prestação dos serviços bancários além de causar transtornos aos clientes está trazendo prejuízos ao comércio das cidades atingidas, onde boa parte dos empresários já está fechando as portas e demitindo funcionários.

De acordo com Ronaldo Medeiros a situação em Delmiro Gouveia, distante 300 km de Maceió, está completamente desassistida pelo Banco do Brasil. “Tornando uma via crucis alguém pagar uma conta, realizar um saque na cidade”, disse o parlamentar, contando que ontem esteve na cidade e pode constatar o fato. Medeiros chegou a postar, em uma de suas redes sociais, fotos da agência lotada de clientes a espera de atendimento.

Confira o relato do deputado e as imagens na Agência do Banco do Brasil em Delmiro Gouveia, ocorrido na última segunda-feira, 31 de julho.

“É inadmissível que em pleno pelo século XXI, a população alagoana seja alvo de tamanho desrespeito, o Banco do Brasil em Delmiro é o exemplo do descaso com a população. Estou denunciando esse absurdo ao Procon, ao MP e as instituições responsáveis. Já me reuni com a superintendência do banco que até o momento se mantém inerte!”




Por Blog Adalberto Gomes Noticias com Ascom ALE/AL

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.