Header Ads

Cetas de Alagoas envia animais silvestres para criadouro científico de Goiás

A mudança proporcionará uma melhor qualidade de vida aos animais
A mudança proporcionará uma melhor qualidade de vida aos animais Ascom IMA
O Núcleo de Gestão Faunística do Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL), em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), encaminhou nesta terça-feira (14) sete animais para o criadouro científico Onça Pintada, no Estado de Goiás.

As espécies enviadas para o criadouro são araçari-do-bico-branco, tucano-toco e tucano-grande-do-papo-branco. “Essa mudança proporcionará uma melhor qualidade de vida aos animais que estavam há bastante tempo no Cetas [Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama]”, afirmou Ana Cecília Pires, veterinária da equipe de Gestão de Fauna do IMA.

Segundo a veterinária, além do desenvolvimento de pesquisas científicas para preservação da fauna silvestre do Brasil, o criadouro é responsável pela reabilitação para soltura das espécies.

Cetas

O Núcleo de Gestão Faunística do IMA utiliza o Cetas de Alagoas, para atender animais apreendidos ou entregues voluntariamente pela população na sede do Ibama, principalmente aqueles que precisam passar por algum tipo de atendimento e recuperação.

A equipe é responsável também pela realização de vistorias e avaliação de áreas de soltura de animais silvestres e pelo levantamento de fauna silvestre em áreas de interesse do Instituto.

 Por Blog Adalberto Gomes Notícias com Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.