Header Ads



Após protestos de alunos da rede estadual de ensino, transporte escolar poderá ser normalizado nesta quarta-feira, 11, informa a Prefeitura de Pão de Açúcar

Foto Helio Fialho
Após mais de 6 meses sem os alunos da rede estadual de ensino de Pão de Açúcar, sertão de Alagoas frequentarem a sala de aula por falta de transporte escolar, a situação poderá chegar ao fim nesta quarta-feira, 11, conforme divulgado pela Prefeitura de Pão de Açúcar na noite desta terça-feira, 10, por meio de nota,  através de suas redes sociais.

Desde fevereiro deste ano, os alunos vinham realizando protestos para a normalização do transporte escolar, sob a responsabilidade do Governo do Estado. Centenas de alunos que moram na zona rural do município ficaram sem frequentar as aulas por mais de seis meses e esta situação culminou em protestos que ocorreram pelas ruas da cidade, no  prédio da 8° GERE, na AL-130 e no prédio da Prefeitura.

No dia 27 de janeiro deste ano, uma decisão da justiça de primeira instância, em Pão de Açúcar, determinou que o Governo de Alagoas regularizasse a situação do transporte escolar em até 10 dias, fixando uma multa diária de 10 mil reais em caso de descumprimento, porém não houve cumprimento da decisão, e a novela do transporte escolar perdurou por mais tempo.  

Nesta terça-feira, 10, após os alunos realizarem mais um protesto em frente ao prédio da Prefeitura, representantes da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC),  secretário municipal de Educação de Pão de Açúcar, José Antônio Vieira,  se reuniram e determinaram o retorno do transporte escolar dos alunos da rede estadual de ensino para esta quarta-feira, 11.

Conforme a nota divulgada pela Prefeitura informou que após uma reunião de representantes da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) com o secretário municipal de Educação de Pão de Açúcar, José Antônio Vieira, que terminou por volta de 12 horas e 30 minutos, onde fizeram os últimos acertos para o retorno do transporte escolar dos alunos da rede estadual de ensino, foi marcada para esta quarta-feira (11) a normalização do referido transporte.

O Governo de Alagoas, através de convênio, firmou parceria com o Município de Pão de Açúcar para que, a partir da liberação de recursos para pagamento aos donos de veículos, a Prefeitura de Pão de Açúcar passe a administrar o transporte escolar da rede estadual.

A falta de transporte provocou muitos protestos de estudantes e pais de alunos contra o Governo de Alagoas, os quais foram divulgados pela imprensa alagoana.

A crise acentuou com a obstrução de um trecho da AL 130, na última segunda-feira (9), em frente ao Povoado Meirus, zona rural de Pão de Açúcar. Nesta manifestação os manifestantes queimaram pneus para impedir a passagem de veículos. E, na manhã desta terça-feira, os manifestantes se concentraram em frente à sede do Executivo municipal e impediram a entrada dos servidores, que não puderam trabalhar.

Por volta das 9 horas e 30 minutos, dois assessores da Prefeitura tentaram negociar com os manifestantes, porém, não houve sucesso. E, por volta das 11 horas, um assessor da SEDUC, que se encontra em Pão de Açúcar, também tentou negociar com os estudantes e pais de alunos, mas os manifestantes mostraram-se irredutíveis e prometeram continuar com as manifestações até o problema ser resolvido.

Finalmente, por volta das 12 horas e 30 minutos, logo após a reunião dos representantes da SEDUC e SMECETUR, o secretário municipal de Educação, José Antônio Viera, procurou os estudantes e pais de alunos para que os mesmos pudessem ouvir o anúncio da volta do transporte escolar, que está marcado para a manhã desta quarta-feira. Com a boa notícia, os manifestantes suspenderam os protestos.

O prefeito Clayton Farias, que se encontra participando de atividades na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), ao tomar conhecimento sobre a manifestação realizada na manhã de hoje, que impediu o funcionamento da Prefeitura, procurou respeitar a decisão dos manifestantes, pediu cautela aos servidores da Prefeitura, além de ter pedido que o assessor de Comunicação levasse aos manifestantes as últimas informações a respeito de uma reunião do mesmo com o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, no início da tarde da última segunda-feira (9), no Palácio, onde ficou acertado que a SEDUC liberará, até a próxima quinta-feira (12), recursos financeiros para pagamento aos donos dos veículos que fazem o transporte escolar.

Um assessor da Procuradoria Municipal também tentou negociar com os manifestantes, porém, não obteve êxito.

Sobre o débito para com os donos de veículos, referente ao segundo semestre de 2019, este não foi assumido pela Prefeitura de Pão de Açúcar, ficando a quitação sob a responsabilidade exclusiva do Governo de Alagoas.

“Embora o transporte escolar dos alunos das escolas estaduais não seja uma obrigação da Prefeitura, aceitei fazer uma parceria com o Governo de Alagoas, a pedido do governador Renan Filho, porque fiquei sensibilizado com a situação dos estudantes e dos pais desses alunos”, disse o prefeito Clayton Farias.

Por Redação Blog Adalberto Gomes Notícias com Ascom Prefeitura de Pão de Açúcar

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.