Header Ads


Alunos de Olho d'Água das Flores desenvolvem repelente com produtos sustentáveis e conquistam o segundo lugar no Prêmio "Boas Ideias não tem Idade"

Imagem Agência Alagoas
Pesquisas desenvolvidas por alunos da rede estadual foram destaque em eventos científicos de Alagoas e Pernambuco. As escolas estaduais Ângelo de Abreu, de Olho d'Água das Flores e Joaquim Diégues, de Viçosa, foram premiadas, respectivamente com projetos do repelente à base de neem e citronela e da cola ecológica fabricada a partir das cascas de mandioca e vinagre. Ambos chamam atenção pelo baixo custo de produção e por serem sustentáveis, não agredindo o meio-ambiente.

A Escola Ângelo de Abreu, que recentemente foi escolhida para figurar entre as melhores práticas de gestão em e-book da Elos Educacional, conquistou o segundo lugar no Prêmio Boas Ideias não tem Idade, o qual selecionou projetos desenvolvidos nas escolas públicas de Alagoas com relevante impacto social. As cinco melhores ideias foram apresentadas no palco principal do Trakto Marketing Show e, além da Ângelo Abreu, também foi premiado o Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campi Coruripe (1º lugar) e Santana do Ipanema (3º lugar).

Desenvolvido pelos alunos Anderson Alves Félix, Nathanyelly dos Santos Pereira e Renata da Silva sob a orientação da professora Maria Cidinária Silva Alves, o Citrolnim, o repelente de insetos à base de neem e citronela, é um produto 100% natural, vegano e 30% mais barato do que os que estão no mercado.

Todos que fazem parte da Escola Estadual Ângelo de Abreu diariamente dão o seu melhor, visando garantir educação de qualidade aos nossos estudantes. Participar e ser premiada em um evento deste porte, que busca destacar as melhores ações realizadas nas escolas, é gratificante. Além disso, ensina aos nossos alunos que é possível ser o que quiser e chegar onde quiser”, afirma a diretora-adjunta Maria José Gomes.

Cola ecológica – Já a Escola Estadual Joaquim Diégues, de Viçosa, foi primeiro lugar na categoria Ciências Exatas e da Terra na Exposição de Ciências, Engenharia, Tecnologia e Inovação (Expoceti), realizado na Arena Pernambuco, no Recife. Além da instituição de Viçosa, Alagoas foi premiada neste mesmo evento com trabalhos de três escolas municipais de Cacimbinhas: Escola Municipal de Ensino Fundamental José Calado Cavalcante (Povoado Minador do Lúcio), Escola Municipal de Educação Básica José Pinheiro da Silva (Povoado Teixeira) e Escola Municipal de Educação Básica Liceu Cacimbinhense (Centro).

Orientados pelo professor Kaio César Pereira Gomes, os estudantes José Devisson dos Santos, Ewdja Awane Lima Barbosa e José Francisco Terto desenvolveram projeto de cola ecológica fabricada a partir de cascas de mandioca.O resultado foi comemorado por toda a escola. “Este prêmio representa o sucesso do processo ensino e aprendizagem desenvolvido na escola em tempo integral e de uma equipe de professores e alunos comprometida”, comemora a diretora Adriana Lira. “A pesquisa científica é uma ferramenta indispensável em prol do desenvolvimento educacional e este prêmio é o reconhecimento de muito empenho”, destaca o professor Kaio.

Por Blog Adalberto Gomes Notícias com Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.