Header Ads


Em São José da Tapera, Defensoria e Casal firmam TAC para reanálise e correção de cobrança de água denunciada pela população

Imagem Adalberto Gomes
Moradores dos povoados Torrões, Baixa Grande e Salgadinho, situados na zona rural do município de São José da Tapera, terão as contas de água referente ao último mês de março reanalisadas e corrigidas pela Companhia de Saneamento de Alagoas (CASAL). A correção foi pedida pela defensora pública Andrea Tonin e o promotor de justiça Fábio Bastos Nunes, durante audiência extrajudicial ocorrida nesta semana, no Fórum do Município, que resultou na assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que a Casal se comprometeu a recalcular as faturas com base na taxa mínima de cobrança.
 
De acordo com a defensora pública, a região de São José da Tapera sofre devido à descontinuidade no fornecimento de água potável e, em março deste ano, após dois meses sem abastecimento, diversos moradores foram surpreendidos com valores exorbitantes referentes ao consumo de água.

No TAC, o gerente regional da Bacia Leiteira da Casal, José Arnaldo Pereira, garantiu que a reanálise  beneficiará não apenas aos moradores que buscaram a Defensoria e Ministério Público denunciando a situação, mas todos os cidadãos dos povoados que sofreram com o problema, inclusive aqueles que já quitaram a fatura.
 
As faturas corrigidas terão novo prazo de oito dias para o pagamento sem o acréscimo de nenhum encargo. Os moradores que já pagaram as contas terão o valor que foi pago em excesso deduzido das próximas futuras. 

Caso novas faturas apresentem valores de consumo excessivo, a empresa se comprometeu a analisar o problema individualmente, através de vistoria in loco.
 
A Defensoria Pública continuará acompanhando o cumprimento do acordo, a fim de garantir os direitos dos consumidores.

Por Ascom Defensoria Pública de Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.