Header Ads



Em Piranhas, Projetos da Petrobras realizam evento sobre Dia da Caatinga


Imagem Assessoria
As experiências sustentáveis de produção na Caatinga serão a temática central do encontro do Dia da Caatinga, que acontecerá no Centro Xingó de Convivência com o semiárido em Piranhas/AL, no dia 27 de abril, das 8 às 17 horas.

O encontro é realizado por projetos patrocinados pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental: Projeto Renascendo, OPARÁ: Águas do Rio São Francisco, No Clima da Caatinga e Rede Solidária de Mulheres de Sergipe

Uma Realização: Instituto Palmas, Sociedade Socioambiental do Baixo São Francisco Canoa de Tolda, Universidade Federal de Sergipe, Associação Caatinga e Associação das Catadoras de Mangaba de Indiaroba. Com parceria do Centro Xingó de Convivência com o Semiárido.

Dia da Caatinga: compartilhando experiências sustentáveis e boas práticas de convivência com o semiárido!

  Saiba mais sobre os Projetos

Opará: águas do rio São Francisco: O Projeto Opará: águas do rio São Francisco é realizado pela Sociedade Socioambiental do Baixo São Francisco Canoa de Tolda em parceria com a Universidade Federal de Sergipe, atuando na recuperação de áreas degradadas da Caatinga com atividades de restauração florestal, educação ambiental, monitoramento hídrico e pesquisas de solo e água na região semiárida dos estados de Sergipe e Alagoas, na bacia hidrográfica do rio São Francisco, Jacaré e riacho Mato da Onça, na Reserva Mato da Onça, em Pão de Açúcar. O principal local de atuação do projeto é o perímetro irrigado Jacaré-Curituba, em uma região de clima semiárido, na Caatinga, em uma área de irrigação que abriga cerca de 800 famílias de trabalhadores rurais em regime de agricultura familiar com problemas de salinização do solo e desmatamento em áreas de mata ciliar.

Site: [http://www.opara.org,br/]www.opara.org,br

facebook: ProjetoOpara

Instagram : Projeto.Opara

Projeto Renascendo: Realizado pelo Instituto Palmas, tem o apoio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (SEMARH), da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (SESAU) e do Colegiado Territorial do Alto Sertão de Alagoas, além da parceria com as prefeituras municipais de Água Branca, Mata Grande, Canapi, Inhapi, Pariconha e Tacaratu/PE. Atua na melhoria da segurança hidroambiental, através da recuperação de nascentes e criação de uma rede de educação ambiental, tem ajudado famílias a enfrentar os períodos de estiagem em comunidades rurais distantes, localizadas no semiárido de Alagoas e Pernambuco.

Site:http://www.projetorenascendo.com/

Facebook: @projetorenascendo1

Instagram: @projetorenascendo

Rede Solidária de Mulheres de Sergipe: Rede Solidária de Mulheres de Sergipeé um projeto realizado pela Associação das Catadoras de Mangaba de Indiaroba (Ascamai), com patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental, que atua com cerca de 600 mulheres de seis municípios sergipanos, incentivando a economia solidária e criativa, e valorizando os saberes tradicionais e a sociobiodiversidade, por meio do desenvolvimento de competências sócioprofissionais, numa perspectiva de educação para o trabalho.

Site: http://redesolidariademulheres.com.br/

E-mail: ascamai18@gmail.com

Facebook: @redesolidariademulheres

Instagram: @redesolidariademulheres

www.redesolidariademulheres.com.br

No Clima da Caatinga: Realizado pela Associação Caatinga o projeto No Clima da Caatinga (NCC) busca a mitigação de efeitos potencializadores do aquecimento global através da conservação do semiárido e consequente a fixação e emissão evitada de CO² na atmosfera.

O Projeto foca na proteção e valorização da Caatinga, única floresta exclusivamente brasileira, e que mesmo assim ainda recebe pouca atenção e baixo investimento para a conservação em ações de sustentabilidade, mesmo que seja um dos semiáridos com maior biodiversidade do planeta.

O NCC atua na Reserva Natural Serra das Almas (Unidade de Conservação mantida pela Associação Caatinga em Crateús) e nas comunidades do entorno da Reserva, atendendo as regiões no sertão do Ceará e Piauí. As tecnologias sustentáveis como o forno solar, o fogão ecoeficiente e a cisterna de placas, e a educação ambiental chegarão a 30 comunidades do Ceará e 10 do Piauí, o que contribui para o uso inteligente dos recursos naturais e, consequente, melhoria da qualidade de vida da população local.

São três linhas de atuação prioritárias: biodiversidade e sociodiversidade, floresta e clima, e água. As ações serão desenvolvidas nos eixos de prevenção e conservação, uso inteligente dos recursos naturais e educação e comunicação.

Site: http://www.noclimadacaatinga.org.br

Facebook: https://m.facebook.com/projetonoclimadacaatinga/

Insta: https://www.instagram.com/noclimadacaatinga/

Programa Petrobras Socioambiental: http://sites.petrobras.com.br/socioambiental/?nav=sobre

Mais informações à imprensa:

Projeto Opará: Águas do rio São Francisco:

Kátia Azevedo- oparacomunicacao@canoadetolda.org.br/ (79) 99973-2689

Projeto Renascendo:

André Souza – projetorenascendo1@gmail.com/ (75 ) 991340243

No Clima da Caatinga:

Kelly Cristina  - (85)32410759 e o (88)36918671

Rede Solidária de Mulheres de Sergipe:

Agatha Cristie - ascamai18@gmail.com/ (79) 99885-2898

Por Assessoria

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.