Header Ads


Jovem de Alagoas aguarda transplante de coração para sobreviver

A alagoana Ana Karolina Gama de Moares - Arquivo Pessoal
A alagoana Ana Karolina Gama de Moares, 29, trava uma batalha contra uma disfunção cardíaca grave há um ano e dois meses. Mas, prestes a conseguir um transplante de coração, a jovem descobriu que sua luta seria ainda maior.

A vilã da vez é a falta de informação sobre a importância da doação de órgãos. Ana Karolina está internada no Hospital do Coração de Maceió e é uma das primeiras da fila para conseguir um transplante.

Há duas semanas apareceram quatro corações compatíveis, porém os portadores dos corações viáveis não se declararam doadores. Então, a retirada de órgãos depende exclusivamente do consentimento da família. E por motivos diversos não consentiram.

Ou seja, a falta de conscientização tem deixado muitos pacientes na fila de espera. Ana Karolina, mãe de um bebê de um ano, sofre de miocardiopatia periparto, uma doença idiopática, de ocorrência relativamente rara e associada com disfunção cardíaca grave.

A família da paciente realiza uma campanha para sensibilizar a sociedade. O transplante de órgãos pode ser feito por doadores vivos ou mortos e, atualmente, mais de 80% dos transplantes são realizados com sucesso.

No caso do coração, o transplante só pode ser realizado por meio de um doador falecido, com morte encefálica constatada. Se você quiser ser doador de órgãos e tecidos, saiba mais no site da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. 

Por Jornal Extra de Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.