Header Ads

Funcionários de hospital de Teresina fazem festa de aniversário para menino que mora em UTI

Garoto que mora na UTI da pediatria do Hospital de Urgência de Teresina recebe festa de aniversário de dois anos — Foto: Arquivo Pessoal/Julya de Sousa
Pedro Gabriel Cunha, de dois anos, mora praticamente desde que nasceu na Unidade de Terapia Intensiva do setor de pediatria do Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O menino tem uma doença que o impede de deixar o hospital e tem a equipe de enfermagem do hospital como parte de sua família. No domingo (13), a equipe fez uma festinha de aniversário para o pequeno, que teve o personagem Mário como tema.

Com direito a bolo, doces, balões, lembrancinhas e muitas brincadeiras, Pedro Gabriel Cunha comemorou seus 2 aninhos ao lado de pessoas que fazem parte de sua família.

“Ele é um xodó. Desde que chegou ao HUT com três meses, cuidamos dele como se fosse um filho. E sabendo da proximidade de seu aniversário resolvemos nos organizar para fazer a festa. Uns trouxeram os doces, bolo e fizemos uma caixa de arrecadação para custear outras coisas da festinha. Tudo deu certo e ele comemorou bastante”, disse a enfermeira Tayana Albuquerque.

A enfermeira Juçara Julya de Sousa Oliveira, trabalha na UTI adulto do HUT, mas se prontificou a doar sua habilidade de decoradora e montou todo um cenário temático do super Mario. A festinha aconteceu no auditório do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Funcionários do Hospital se reuniram para fazer a festinha pro garoto — Foto: Arquivo Pessoal/ Julya de Sousa
“O Pedroca com certeza é um morador do coração das meninas que trabalham no HUT, o xodó dos funcionários. Ele tem algumas síndromes e necessita sempre de um respirador, mas Pedro é um menino especial. Foi muito bom participar desse momento, comemorar o presente, comemorar a vida é o que temos de mais especial, agradecer a saúde e o fato de estarmos bem. Que nunca falte amor na vida do Pedro e que ele se sinta especial como qualquer outra criança. Que ele passe por muitas fases e siga firme. Por isso, desejo muita luz, felicidade e saúde na vida dessa criança, pois sei que ele merece”, disse emocionada.

A mãe do menino, Marcilene Silva, disse que ficou emocionada com o gesto dos funcionários, o que dá a ela a certeza de que o filho está sendo bem cuidado. “Como eu moro em outra cidade, vejo meu filho somente em alguns dias da semana e cabe a eles cuidarem dele. Fiquei feliz quando soube da festinha de aniversário. Só tenho a agradecer”, afirmou.

Diagnóstico

Carlos Leonardo, médico da Unidade de Terapia Intensiva da pediatria do hospital de Urgência de Teresina, explicou ao G1 as doenças que o pequeno tem. Segundo ele, o menino tem acondroplasia que é uma condição genética relacionada com a baixa estatura e alteração dos ossos.

“Os ossos dele são mais fracos do que os ossos de uma criança normal. Antigamente, eram chamadas de crianças de vidro porque elas têm mais facilidade de sofrer fraturas. O Pedro também tem um encurtamento dos ossos, por isso quando olhamos para o Pedro percebemos que ele tem um tamanho menor em relação às outras crianças da idade dele”, afirmou.

Além disso, Pedro Cunha também tem uma miopatia que, segundo o médico, é um problema genético que acomete os músculos e causam fraqueza muscular. “Então, ele permanece internado porque ele tem uma dependência do suporte ventilatório. Pedro também poderia ser um paciente que receberia tratamento em casa, mas para que isso aconteça é necessário que a residência tenha uma estrutura para dar as condições necessárias de tratamento”,

Em relação à parte cognitiva, Carlos Leonardo afirma que o pequeno garoto tem a parte neurológica íntegra, o que permite que ele tenha uma interação com os médicos e funcionários. “Ele entende o que se fala, aceita brincadeiras. E só não interage mais porque não tem interação com crianças da mesma idade”, disse o médico.

Por G1

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.