Header Ads

Em Delmiro Gouveia, fechamento da centenária Fábrica da Pedra completa 1 ano

Guarita da Fábrica/Imagem Adalberto Gomes
Nesta quarta-feira, 31, completa 1 ano do fechamento da centenária  Fábrica da Pedra em Delmiro Gouveia. Considerada   a maior indústria do sertão alagoano, localizada no centro de Delmiro Gouveia, encerrou um ciclo de atividades de mais de 102 anos no município, após 10 meses de paralisação ocorrido no ano de 2016  e  cerca de 450 funcionários foram  demitidos.

A crise na fábrica da Pedra começou em março de 2016, devido a um débito de energia com a Eletrobras, valor esse que segundo a diretoria da empresa seria de R$ 1,265.000,00, com isso a fábrica teve a energia cortada e suas atividades foram paralisadas temporariamente, devido a esse débito, a direção da fábrica solicitou junto a Eletrobras um acordo para  que o débito  fosse parcelado em 36 vezes, mas a Eletrobras não aceitou  e com isso agravou ainda mais a situação da empresa.

A fábrica possuía um quadro com cerca de 583 funcionários, muitos tiveram férias coletivas devido a paralisação. Em dezembro de 2016, a direção da empresa resolveu demitir cerca de 150 funcionários, agravando ainda mais a crise, já que não estava mantendo condições financeiras para manter os funcionários na empresa.

Devido a todas essas questões, funcionários, ex-funcionários, comerciantes, estudantes e a sociedade delmirense realizaram várias manifestações em protesto contra o não fechamento da Fábrica da Pedra. As manifestações foram realizadas em frente à Fábrica da Pedra, na sede da Eletrobras e pelas ruas de Delmiro Gouveia.

Em um nota divulgada na  terça-feira, 31 de janeiro de 2017, pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem (STIFT), após reunião com  diretores do Grupo Carlos Lira, informou a aos funionários e a sociedade delmirense de forma definitiva o fechamento da fábrica e a  demissão dos 450 funcionários.

A Fábrica foi fundada pelo pioneiro Delmiro Augusto da Cruz da Gouveia, em 5 de junho de 1914, à fábrica foi comprada  pelo grupo Carlos Lyra em 1992. Orgulho para o povo delmirense, a Fábrica  da Pedra completaria esse ano, em 5 de junho, 104 anos de história. A indústria  tornou-se um patrimônio  histórico e cultural para o povo delmirense e para Alagoas.

Com o encerramento das atividades e o fechamento  da Fábrica da Pedra, muitos delmirenses se comoveram nas redes, muitos ficaram tristes com a situação e lamentaram o fechamento da empresa.

Por Redação Blog Adalberto Gomes Notícias

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.