Header Ads

Mais de 20 mil prestigiam desfile do 7 de Setembro em Maceió

Desfile de 7 de Setembro foi promovido, na manhã desta quinta-feira, na Avenida da Paz, bairro do Jaraguá
Desfile de 7 de Setembro foi promovido, na manhã desta quinta-feira, na Avenida da Paz, bairro do Jaraguá Agência Alagoas
O governador Renan Filho afirmou, nesta quinta-feira (7), que a apresentação das forças policiais do Estado, durante o desfile cívico-militar de 7 de Setembro, em Maceió, simboliza o novo momento vivido pela Segurança Pública de Alagoas. Ele disse que, por meio de um esforço conjunto, a gestão tem encontrado soluções novas para velhos problemas.
Agência Alagoas
"O Estado tem que verdadeiramente unificar esforços no sentido de garantir mais segurança para as pessoas. É isso o que temos feito desde que assumimos, promovendo a integração entre as polícias Civil e Militar, implantando Centros Integrados de Segurança Pública; já temos oito funcionando e até o final do ano serão 20. Hoje, desfilam aqui a Força Tarefa, os novos helicópteros, as novas viaturas, representando o novo momento da Segurança Pública de Alagoas. Enquanto em muitos lugares do Brasil a violência explode, aqui em Alagoas a Segurança chega mais perto do cidadão, tanto na capital, como no interior do Estado com as novas políticas públicas promovidas pelo Governo", declarou Renan Filho, logo após abrir a solenidade.

Agência Alagoas
O Desfile da Independência foi promovido, na manhã desta quinta-feira, na Avenida da Paz, bairro do Jaraguá, e reuniu cerca de mil componentes das instituições civis e militares. Segundo o Comando de Policiamento da Capital, mais de 20 mil pessoas prestigiaram o evento nas arquibancadas e ao longo da Avenida da Paz.

Agência Alagoas

O 7 de Setembro trouxe reminiscências da infância ao servidor público aposentado Antônio Pontes de Oliveira, 66 anos. Quando criança, o pai dele, o alfaiate  Valdemiro Correia de Oliveira, 92, o levava para assistir aos desfiles no Recife (PE).
Agência Alagoas

Nesta quinta-feira, Antônio acordou cedo e com o desejo de puxar pela linha do passado. Ele convidou o velho alfaiate para tecer novamente aquela saudosa história. "É um ato cívico em que a família deve estar sempre presente. Vim aqui com o meu velho pai, que me levava aos desfiles quando criança no Recife e eu agora o trago" disse Antônio Pontes, envergando a camisa da Seleção Brasileira, que carregava também o escudo do Clube Náutico Capibaribe.
Agência Alagoas

"Acho um espetáculo à parte. Eu que conheço de muitos e muitos anos o que é um desfile cívico-militar, posso afirmar que está excepcional esse daqui", completou Valdemiro. 
Agência Alagoas

O desfile foi aberto pelo Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública. Helicópteros realizaram manobras. De uma das aeronaves, desceram em rapel dois militares carregando as bandeiras de Alagoas e do Brasil. A Parada teve continuidade com o desfile das forças federais, estaduais, órgãos governamentais e instituições civis. 

Prestigiaram o evento o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Otávio Praxedes; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Juliano Lessa; o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Francisco Tenório; o capitão dos Portos de Alagoas, Mário Márcio Cardoso; o comandante do 59° Batalhão de Infantaria Motorizado, Nilton Rodrigues; o comandante da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio; do Corpo de Bombeiros, Adriano Amaral, secretários estaduais, dentre outras autoridades.
Agência Alagoas

O desfile foi encerrado com o Grito dos Excluídos, que reuniu movimentos sociais e povos indígenas. O governador desceu do platô, onde assistia ao evento, e saudou as lideranças dos movimentos sociais na avenida.

 Por  Blog Adalberto Gomes Notícias com Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.