Header Ads

Ex-governador Teotonio Vilela Filho é apontado na Lava Jato e teria recebido R$ 2,8 milhões

Teotonio Vilela Filho
De acordo com uma matéria da Folha de São Paulo, o ex-governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), também teria sido citado pelos delatores ligados à Odebrecht. A informação a ser investigada é de que ele teria recebido propina no valor de R$ 2,8 milhões durante o seu mandato.

Vilela antecedeu o atual governador Renan Filho (PMDB). É uma das lideranças tucanas do Nordeste e já foi senador da República pelo “ninho tucano”. Ele comandou os destinos do Executivo de 2007 a 2014. Para as próximas eleições, em 2018, Vilela é apontado como um forte candidato ao Senado da República.

Em relação à Lava Jato, os delatores apontam que os repasses feitos a Vilela foram em função de atuação em favor da empreiteira nas obras do Canal do Sertão Alagoano. Por sinal, uma das principais obras de seu governo, já que Teotonio Vilela Filho encontrou o Canal praticamente parado e trabalho a sua retomada.

A obra é uma das mais importantes do país quando o assunto é infraestrutura hídrica. Segundo delatores, a propina teria sido repassada a dois agentes públicos ligados à Secretaria de Infraestrutura, além de Vilela.

Vale lembrar que na terça-feira, dia 21, o senador Renan Calheiros (PMDB) também foi alvo da Lava Jato. Segundo informações de bastidores, a investigação também envolvia o Canal do Sertão e o pagamento de propinas. O senador alega inocência.

Teotonio Vilela Filho falou com a Folha de São Paulo por meio de assessoria de imprensa. Ele colocou que nunca negociou favores ou autorizou quem quer que seja de fazer isto em seu nome. Vilela disse ainda desconhecer as informações que foram apuradas pelo jornal.

Por Cada Minuto

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.