Header Ads

Em Canapi, moradores denunciam supostos casos de prostituição infantil

Meninas podem ser vítimas de suposta prostituição infantil em Canapi, Sertão de Alagoas
De acordo com o Portal 7 Segundos da cidade de Arapiraca, no agreste alagoano, supostos casos de prostituição infantil estão acontecendo durante o dia em Canapi.  A cidade com pouco mais de 17 mil habitantes, no Sertão de Alagoas.

A denúncia é de moradores da cidade que registraram fotos de meninas menores com idades entre 11 anos e 14 anos, que estão sendo prostituídas.  Ainda de acordo com o site,  uma das denunciantes relatou que  a situação é grave e os casos estão acontecendo quase que diariamente.

"Já denunciamos ao Conselho Tutelar daqui, mas eles alegam que não podem fazer nada porque é preciso denunciar primeiro na delegacia", disse.

A denunciante, que tem medo de ser identificada para não sofrer retaliação e até ameaça de morte, afirmou que a delegacia de Canapi está sempre fechada.

A produção do 7 Segundos entrou em contato com a 30ª Delegacia de Polícia de Canapi (30ª DP), no domingo (19), e conseguiu falar com o sargento Pajeú, da Polícia Militar (PM). Ele informou que as polícias Civil (PC) e Militar (PM) trabalham no mesmo prédio.

"A PM tem um celular e os militares em serviço ficam o telefone e o fixo da delegacia fica à disposição para atender quando se tem algum policial aqui", afirmou ele.
Sargento Pajeú disse também que desconhece casos de prostituição infantil em Canapi. E que não recebeu, de seu conhecimento, nenhuma denúncia sobre essa situação até hoje.

Apesar de a polícia não ter recebido nenhuma denúncia de prostituição infantil em Canapi, as fotos enviadas para o 7 Segundos mostram meninas saindo de uma residência, durante o dia, onde poderiam supostamente estarem sendo vítimas de prostituição infantil.

O local parece um salão, que fica ao lado de uma residência de cor lilás, em uma rua de calçamento. A denunciante não informou o nome da rua.

Duas meninas saem da casa como se estivessem desconfiadas ou aconselhadas por alguém para agir com cautela.

Em uma das fotos aparece um homem de camisa azul e bermuda jeans, parado na porta da casa e olhando para o lado em que as meninas saíram.


Segundo o  Portal 7 Segundos não conseguiu falar com o Conselho Tutelar de Canapi. O telefone do órgão, 3646-1137, não está disponível, segundo a gravação eletrônica.

Por Blog Adalberto Gomes Notícias com Sete Segundos

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.