Header Ads

Vereadores de Canindé de São Francisco-SE rejeitam abertura de CPI que investigaria gestão do Pastor Heleno

Imagem Bruno Balbino
Na última sessão da câmara de vereadores de Canindé de São Francisco na terça-feira, 25, os vereadores presentes rejeitaram a proposta de abertura de CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito, para investigar as denúncias apresentadas pelo SINDISERVE-CANINDÉ - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé de São Francisco.
 
A reunião legislativa teve inicio as 19h. Apenas 09 dos 11 vereadores compareceram, são eles: Adriano de Bomfim, Everaldo Nunes (Presidente), Francisco Paes Andrade, Ivone Feitosa, Joselildo Almeida (Pank), Manoel Paciência (Manoel Doutor), Rildo Joaquim, Ronildo Bezerra e Valdir Andrade apenas 09 compareceram a sessão. Os legisladores Eliel Caetano e Luciano Ferreira não compareceram.
 
O requerimento apresentado pelo SINDISERVE-CANINDÉ, onde pedia ao legislativo de Canindé abertura de CPI, para que os parlamentares pudessem averiguar as denuncias feitas pelo sindicato de ilegalidades cometidas pela gestão do prefeito Heleno Silva, popularmente conhecido como Pastor Heleno, não foi colocado à votação na sessão. 
 
O argumento usados pelos parlamentares e reforçado nas falas do presidente da casa Everaldo Nunes e da vereadora Ivone Feitosa. "De acordo com o regimento interno da câmara de vereadores o requerimento só pode ser apresentado por uma pessoa física "um cidadão comum", e que o sindicato por se tratar de pessoa jurídica não tem competência para fazer o procedimento".
 
Por Bruno Balbino/ Rádio Amanhecer Fm

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.