Header Ads

Governo de Alagoas aposta em Canal do Sertão para atração de novas empresas

Com previsão de conclusão até o final do ano, o Trecho 4 do Canal do Sertão deverá beneficiar 160 mil alagoanos
Com previsão de conclusão até o final do ano, o Trecho 4 do Canal do Sertão deverá beneficiar 160 mil alagoanos Foto: Ascom/Sedetur
Diversificar o cenário econômico e estimular a interiorização do desenvolvimento em Alagoas. Com esses objetivos, o superintendente de Indústria, Comércio e Serviços da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), André Luiz Gomes e o superintendente​ de Irrigação da Secretaria Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), Silvio Azevedo, acompanharam, nesta quarta-feira (26), investidores nacionais em visita aos trechos do Canal do Sertão que já estão em funcionamento, apresentando o potencial da região para o segmento de Agronegócio.

Com previsão de conclusão até o final do ano, o Trecho 4 do Canal do Sertão deverá beneficiar 160 mil alagoanos, distribuídos entre os municípios de Delmiro Gouveia, Pariconha, Água Branca, Olho d’Água do Casado, Inhapi, Senador Rui Palmeira e São José da Tapera, e funciona como um atrativo para as empresas se instalarem na região.

Articulado pela Sedetur, o trabalho de prospecção e atração de empresas consiste na apresentação dos potenciais de Alagoas e dos benefícios garantidos pelo Governo do Estado com o Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), além da segurança jurídica e ambiente de negócios favorável para instalação dos empreendimentos.

"O trabalho da Sedetur é pautado em buscar alternativas para o crescimento econômico do Estado. Diante disso, o Canal do Sertão é, sem dúvidas, um dos vetores para a diversificação da economia, por impulsionar o investimento no setor de Agronegócio e, através disso, garantir a interiorização do desenvolvimento econômico e social", afirmou o superintendente de Indústria, Comércio e Serviços da Sedetur, André Luiz Gomes.

 Por Blog Adalberto Gomes Noticias com Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.