Header Ads

FPI: Equipes fiscalizam e monitoram municípios de Arapiraca, Monteirópolis, Olho D’Água das Flores, Piranhas e Delmiro Gouveia

As multas aplicadas pelo IMA variam de R$ 10 mil a R$ 487 mil pó diversos tipos de infrações ambientais
 
Imagem ascom IMA
Animais silvestres resgatados, prefeitura e hospital multados por disposição irregular de resíduos e caravana ambiental em escolas públicas são algumas das ações das equipes do Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL) durante a Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do São Francisco, desde segunda-feira (21).

As multas aplicadas pelas equipes de fiscalização variam de R$ 10 mil a R$ 487 mil por irregularidades ambientais diversas.

A equipe de fauna da ação, que é composta por Técnicos do IMA, Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Instituto de Preservação da Mata Atlântica (IPMA), Ministério Público Estadual (MPE) e Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), resgatou, no primeiro dia, mais de 400 animais silvestre, entre eles aves e répteis.

Segundo Epitácio Correia, gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do IMA, os resgates aconteceram em uma feira livre de Arapiraca e nos municípios de Monteirópolis, Olho D’Água das Flores, Piranhas e em residências de Delmiro Gouveia.

“Na feira livre de Arapiraca foi lavrado um auto de infração no valor de 10 mil reais e os animais foram avaliados. Aqueles que tinham condições de soltura, foram devolvidos à natureza em seu habitat de ocorrência”, explicou.

O restante dos animais foi encaminhado ao centro de triagem montado especialmente para receber aqueles que serão recolhidos ao longo dos 13 dias da força-tarefa. De acordo com Epitácio Correia, as ações desta terça-feira (22) da equipe de fauna estão concentradas no município de Delmiro Gouveia, onde a inteligência do BPA levantou alguns alvos significativos.

Durante as ações, a Superintendência do Ibama em Alagoas ainda apreendeu 54 galos de briga. Um dos técnicos do IMA informou que o responsável pelos animais portava uma arma e foi encaminhado para a delegacia. A equipe também autuou um traficante de aves em R$ 10 mil.

Fiscalização

Ainda em Delmiro Gouveia, uma multa de R$ 258 mil foi aplicada, através do IMA, contra a Prefeitura Municipal devido a disposição irregular de resíduos sólidos do município, o que já está proibido por lei federal. A Unidade Mista Antenor Serpa, foi autuada por disposição irregular, manejo e lançamento de resíduos hospitalares, além da falta de licença ambiental com multas nos valores de R$ 11.395, R$ 28.108 e R$ 257.744.

Um matadouro recebeu três autos de infração, sendo um deles no valor de R$ 241.030 por falta de licenciamento ambiental, outro em R$ 487.379 por lançar resíduos sólidos e líquidos (sangue) in natura e em recursos hídricos, e uma terceira multa em R$ 28.108 por maus tratos de animais, nesse caso se tratavam de gados. O local foi interditado.

Outras infrações encontradas pelas equipes que atuam na FPI: extração mineral irregular autuada em R$ 28.108; falta de licenciamento ambiental de clínica veterinária que foi multada em R$ 1.1395 e intimada para a contratação de empresa que deve gerenciar os resíduos infectantes e perfuro cortantes.

Mais imagens/ IMA/AL







Por Ascom IMA/AL

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.