Header Ads

Segurança Pública de Alagoas apresenta acusados de bruto assassinato em Girau do Ponciano

                  Crime chocou a população alagoana pela crueldade do ato
Trabalho integrado das forças policias deram resultado e prenderam acusados.
Trabalho integrado das forças policias deram resultado e prenderam acusados. Fotos: Ascom SSP-AL
Cinco acusados de terem participado no bárbaro assassinato de um homem em Girau do Ponciano foram apresentados na tarde desta segunda-feira (17), na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas, no Centro de Maceió. Eles confessaram o crime praticado no último dia 12.

Genaldo dos Santos, 46 anos, morava em um quartinho no bairro Caititus, em Arapiraca, de foi retirado e levado até um local denominado Chã do Alecrim, na cidade de Girau do Ponciano. No local, foi esfaqueado e teve o tórax aberto por um grupo de criminosos. A vítima também teve a cabeça e o coração arrancados.

Segundo a Polícia Civil, os bandidos alegam que a vítima enforcou duas crianças, por isso o mataram. Sabendo do motivo pelo qual o acusavam, Genaldo afirmava que era inocente e, ainda assim, foi arrastado e morto.


“O que temos de concreto é que o crime aconteceu, os réus são confessos e no depoimento de todos eles, dizem que a motivação foi o enforcamento das crianças”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Lima Júnior.

Foram apresentados Romário dos Santos Silva, 26 anos; e Ubirajara da Silva Santos, 26 anos. Os dois são acusados de ferir Genaldo com as armas brancas logo que o tiraram do carro, no local do crime.

Também foram apresentados o taxista Eduardo Fernandes dos Santos, 30 anos, que transportou a vítima; a menor M.C.B.S, de 14 anos e Brimax Silva Lisboa, 24 anos. Ele apontou a casa da vítima e não participou da execução do crime.

Da quadrilha, está foragida Thaíse Nascimento Duarte, 19 anos. Contra ela pesa a acusação de ter arquitetado o crime, atém de ter extirpado a cabeça, a genitália e o coração da vítima.

A polícia apresentou duas facas e uma espingarda usadas pelos criminosos além de roupas e um par de chinelos usados por uma das mulheres.

O caso está sob a responsabilidade do delegado da Área do Agreste Valdecks Pereira e pelo delegado regional Gustavo Xavier. 

 Por Blog Adalberto Gomes Notícias com Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.