Header Ads



Olho D'água das Flores: Famílias esperam casas de programa federal há 3 anos ni município

 Conjunto do 'Minha Casa, Minha Vida' deveria ter sido entregue em 2013.Habitacional é destinado para famílias de baixa renda do Sertão. 

Imagem TV GAZETA

As 50 casas começaram a ser construídas em 2012 no bairro Caititus, zona urbana do município, pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal. As habitacões são destinadas à famílias de baixa renda cadastradas no programa. Antes, a previsão de entrega era em 2013, mas a obra ainda não foi concluída.

De acordo com o advogado dos beneficiários, Cristóvão Brito, o Governo Federal fez o repasse dos recursos destinados à construção dso imóveis para o Banco Família Paulista, localizado em Santos, cidade do estado de São Paulo, que por sua vez, teria a responsabilidade de repassar a verba para a construtora de Maceió de acordo com o andamento da obra.
“Se não houver novas informações da construtora, do banco ou da instituição financeira, o Ministério Público Federal será procurado para realização de investigações”, informa o advogado Cristóvão Brito.
A prefeitura de Olho D'água das Flores informou que o município ficou responsável por fornecer serviços para a estrutura, como abastecimento de água e iluminação para a construção das casas e que esses já foram concluídos.

“O acompanhamento das obras deve ser feito através do Estado. A construtora envia um boletim de medição e do que foi executado, e o Estado, junto ao banco, fiscalizam o andamento da construção”, explica o gerente de convênios da prefeitura de Olho D'água das Flores, Alexsandro Pereira da Silva.

Segundo o Banco Família Paulista, os recursos chegaram com atraso e foram repassados para a construtora, que não se pronunciou. A assessoria da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) informou que a obra sofreu com sucessivos atrasos de repasses do Governo Federal e precisou ser reprogramada, adiando assim o prazo de entrega. Ainda de acordo com a secretaria, a obra está 82% concluída e a previsão de entrega das casas é ainda esse ano.

Prejuízos

Enquanto a obra das casas não fica pronta, alguns moradores estão pagando aluguel e outros morando em situações deploráveis. A dona de casa, Claudete Alves dos Santos, mora num barraco no povoado Sorrote Queimado, na zona rural de Olho D'água das Flores, espera sua casa própria prometida pelo programa há pelo menos 3 anos.

Por G1

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.