Header Ads

Em Pão de Açúcar, menor acusado por homicídio durante velório é apreendido pela Polícia Civil

             Adolescente executou vítima durante velório de uma criança em Pão de Açúcar.

Imagem google
Policiais civis do 48º Distrito Policial (48º DP) realizaram uma ação na última  quarta-feira (29), e apreenderam um adolescente acusado de homicídio no Sertão alagoano.

Os agentes cumpriram mandado de busca e apreensão do adolescente autor dos disparos de arma de fogo que vitimaram Arnóbio da Silva, no município de Olho D’Água das Flores. O crime ocorreu na tarde da última segunda-feira, dia 27 do corrente mês, no momento em que a vítima participava de um velório no bairro Cohab.

Segundo o delegado Diego Nunes do 48º DP, que comandou a ação, com o apoio do delegado Gilson Melo e sua equipe do 35°Distrito Policial, após ser detido, o adolescente, que tem 16 anos de idade, foi conduzido à sede da delegacia de Pão de Açúcar, onde foi ouvido, na presença de seus pais,  e confessou a autoria do crime e alegou que Arnóbio teria tentado matá-lo dias antes, e que este fato o motivou a assassiná-lo.

 O mandado de Busca e Apreensão do adolescente foi expedido pelo Juiz Edivaldo Landeosi, da Comarca de Pão de Açúcar, em virtude de representação impetrada pelo delegado titular do município, após investigações que indicaram a participação do menor no homicídio. Em sua decisão, o Juiz determinou ainda a internação provisória do adolescente por 45 dias, em Maceió.

“Foi um crime que chocou a população de Pão de Açúcar, por ter sido cometido em plena luz do dia, durante o velório de uma criança, causando pânico e correria entre os presentes. Desde o momento em que o fato ocorreu, os policiais desta delegacia empreenderam esforços no sentido de realizar a captura do autor. Com a apreensão deste adolescente a Polícia Civil cumpre seu papel e dá uma resposta rápida para a sociedade. Ainda assim, as investigações vão continuar com o objetivo de esclarecer melhor a motivação e a possível participação de outras pessoas neste homicídio”, concluiu o delegado Diego Nunes.

Por Ascom PC/AL

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.