Header Ads

Estado de Alagoas reúne forças para o resgate de vítimas das chuvas em Maceió

Representantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil atualizaram os números em Maceió.
Representantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil atualizaram os números em Maceió. Foto: Adaílson Calheiros
Diante da situação trágica causada pelas fortes chuvas em Alagoas, o governador Renan Filho decidiu cancelar sua agenda no sertão e retornar à Maceió para acompanhar de perto o resgate e o acolhimento de vítimas dos deslizamentos de terra que, até o final da manhã deste sábado, vitimaram fatalmente quatro pessoas na capital alagoana.

Uma entrevista coletiva foi realizada no Palácio República dos Palmares com a presença dos órgãos estaduais envolvidos nessa situação de emergência. “Três atitudes cabem ao poder público neste momento: o socorro, a assistência e a recuperação. Estamos trabalhando inicialmente com o socorro através do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, e também com a assistência que é demandada pelos municípios quando há necessidade. Mas destacamos que todo o Governo do Estado está atento para minimizar o sofrimento da população”, afirmou o Secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, que conduziu a coletiva.

Os representantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil atualizaram os números em Maceió. Até o final da manhã foram 37 resgates realizados com quatro mortes: uma na Chã da Jaqueira, duas na grota do Santo Amaro e uma na grota do Pau D’Arco. De acordo com o Major Moisés, da Defesa Civil Estadual, os deslizamentos de barreira aconteceram em praticamente todas as áreas de risco da cidade.

“Maceió tem mais de 100 pontos de risco e em quase todos eles tivemos ocorrências, por isso o município já decretou situação de emergência. Marechal Deodoro também fez isso porque tem cerca de 150 desabrigados”, disse.

Sobre o nível dos rios em Alagoas, a situação é estável, mas todo o Vale do Paraíba e Mundaú deve continuar em alerta até o domingo. Em Pindoba, há risco de rompimento da barragem, mas a defesa civil já está fazendo o monitoramento adequado junto à prefeitura municipal.

As secretarias de Infraestrutura (Seinfra), de Saúde (Sesau) e de Assistência Social (Seades) estão de prontidão para atuar nas próximas horas, caso seja necessário.

A Seades anunciou, durante a coletiva, que estará recebendo donativos para os desabrigados a partir de segunda-feira. O Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Alexandre Ayres, aproveitou a oportunidade para desmentir os boatos que circulam desde a sexta-feira nas redes sociais.

“Não teremos tromba d’água em Alagoas, essa informação é falsa. Nós pedimos à população que evite propagar boatos para não criarmos uma situação de pânico no Estado”, orientou o secretário..

Para qualquer emergência ou informação sobre vítimas, áreas afetadas e situação dos rios e barragens em Alagoas, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil pelo número 3315-2843 ou com o Corpo de Bombeiros pelo 193..

 Por Blog Adalberto Gomes Noticias com Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.