Header Ads

Expedição do São Francisco sai de Piranhas/AL, em direção a Minas Gerais

Imagem G1/AL
Alguns dos pilotos que integram o grupo da II Expedição do São Francisco partiram do município de Piranhas nesta sexta-feira (15) para sobrevoar os 2.700 km de extensão do rio. O trajeto entre Alagoas até o estado de Minas Gerais está previsto para durar oito dias.
Quinze pilotos, que são empresários e profissionais liberais, dos estados da Bahia e de Minas Gerais, amantes da aviação, se encontraram em um hotel no município de Canindé do São Francisco, no estado de Sergipe.

O grupo seguiu de van até o município de Piranhas. No caminho, passaram pelo Rio São Francisco, mas o que eles gostam mesmo é de ver toda a paisagem do alto.

Na chegada ao campo de pouso os pilotos fizeram a vistoria nas aeronaves, todas de pequeno porte com capacidade para duas e quatro pessoas, no máximo. "Estamos em busca de visualizar a beleza do rio, que é de integração nacional e merece ser divulgado e visto", diz o médico baiano Genésio Almeida.

Todos vieram até Piranhas pelo prazer de voar e pelo gosto da aventura. A segunda edição da Expedição do São Francisco está sendo organizada pelo comandante Rangel, que é piloto e fabricante do tipo das aeronaves que são usadas.

"A gente está querendo levantar a moral das populações ribeirinhas. Tem muita coisa a ser mostrada, um potencial turístico maravilhoso a ser explorado, e a questão da agricultura e das irrigações que vem projetando. Vamos focar no que está acontecendo positivamente e nos bons investimentos. Escolhemos oito cidades e faremos uma por dia. Juazeiro, depois a Barra, Santa Maria da Vitória e Bom Jesus da Lapa. Em Minas Gerais, visitaremos Januária, Pirapora e o último pouso será em Três Marias", explica o comandante.

Várias câmeras foram instaladas no avião do comandante, por profissionais de uma produtora de vídeo contratada para documentar a viagem.

Tantos aviões chamaram a atenção do filho do produtor rural e morador da região Fábio Oliveira. "Todas as vezes que os aviões passam, ele me chama para vermos. Não podemos deixar de prestigiar um momento tão único", relata Oliveira.

No momento de decolar, uma a uma das aeronaves foram levantando voo. Os demais pilotos vão encontrar o grupo no decorrer do trajeto.
Foram sobrevoados o Rio São Francisco e a hidrelétrica de Xingó, entre os estados de Alagoas e Sergipe.

Por G1/AL

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.