Header Ads



Cabo do CBM-AL recebe homenagem de pais que tiveram filha salva por ele

Imagem Assessoria
Hoje vamos contar uma história sobre gratidão, uma palavra que significa ato de reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio. E se esse benefício fosse a vida do seu filho? Na tarde da última quarta-feira, 13, foi difícil conter a emoção durante a visita ao Grupamento de Socorros de Emergência (GSE) do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) da família da pequena Antonella, 2 anos, que foi salva após um afogamento na piscina de casa pelo cabo Marcos Delfino, que estava de folga e parou para socorrer a criança, já sem sinais vitais no colo do pai.

Naquele dia, o cabo Delfino vinha pela via principal e devido ao trânsito decidiu pegar um atalho pela Avenida Rotary, onde se deparou com uma situação complicada ao visualizar um homem com uma criança desacordada nos braços. Era o senhor Rivaldo, pai da Antonella, que pegou a filha do fundo da piscina e ao não encontrar a chave do carro saiu correndo pelas ruas pedindo ajuda, e foi socorrido pelo Delfino, que após os procedimentos de atendimento pré-hospitalar conseguiu salvar a vida da criança.

A história chegou ao comandante geral do CBMAL, coronel André Madeiro, através de uma carta escrita pela mãe, a senhora Mikaelle, na qual relatava toda a situação desesperadora vivenciada pela família no dia 06 de novembro de 2018, mas que teve um final feliz graças à atuação do bombeiro militar. O comandante geral solicitou que fosse registrada publicamente uma homenagem da família ao cabo Delfino, e a emoção marcou este momento de reencontro e gratidão, que foi gravado pela TV Pajuçara.
Os pais contaram que além de prestar o socorro, o cabo os levou ao hospital em seu carro particular e só foi embora quando se certificou que tudo estava bem com a menina. “Eu preciso agradecer eternamente, há coisas que dinheiro, bens materiais nunca irão pagar tamanha generosidade que ele teve conosco. Foi cortando caminho que Deus colocou esse anjo em nossas vidas. Eu nunca pagarei tamanha bondade e só desejo que Deus te abençoe demais, muito obrigada para sempre, criamos um laço eterno. Minha filha estava praticamente morta e hoje faz um ano de seu renascimento. Eles fazem o necessário para ajudar, quem puder voltar para agradecer, venha pois precisamos reconhecer estes profissionais que têm uma rotina tão dura diante de muitas situações dia após dia”, relatou a mãe.

Segundo o cabo Delfino, integrante do GSE e condutor de uma Auto Resgate, a missão de salvar vidas e ajudar pessoas o acompanha em todos os momentos. “Costumo dizer que não trabalhamos no Corpo de Bombeiros, nós somos bombeiros. Então 24 horas por dia, inclusive quando estamos na nossa folga paramos para ajudar seja em um atropelamento, um animal em perigo ou em um caso como esse, onde eu percebi que precisava intervir. Além disso, por ser pai, sei o valor desses pequenos em nossas vidas, eles são tudo para nós. Eu só tenho a agradecer porque eu também ganhei muito com esse ato, estou muito emocionado com esta homenagem. Obrigado mais uma vez!”, contou emocionado o bombeiro, que foi ovacionado pelas guarnições de serviço com uma salva de palmas, trazendo um clima de companheirismo e alegria para todos os bombeiros presentes, que puderam se ver naquela situação, vivenciada por muitos durante seus serviços e também em horários de folga.

Por Ascom CBM Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.