FIQUE EM CASA! QUARENTENA! ISOLAMENTO SOCIAL!

Em Alagoas, grupo de enfermeiras orienta gestantes pelo celular

Fale com a Parteira dá exemplo de cuidados voluntário na primeira infância
Fale com a Parteira dá exemplo de cuidados voluntário na primeira infância Felipe Brasil
As boas práticas na primeira infância em Alagoas ganharam um reforço especial durante a pandemia no coronavírus. Trata-se de uma corrente de solidariedade virtual formada por enfermeiras obstetras do grupo Fale com a Parteira Maceió.

A ajuda destinada às gestantes está a um toque da mão. Basta acessar as redes sociais e, do outro lado da plataforma virtual, está uma equipe de 13 profissionais capacitada para teleorientações, disposta a tirar dívidas relacionadas ao parto, à amamentação e, mais recentemente, aos riscos de contágio pela Covid-19.

O projeto iniciou-se em Pernambuco, mas, atualmente, tem ramificações em todo Brasil. Aqui em Alagoas, o grupo atua desde o mês de abril, antes do início da pandemia, e acabou se tornando uma ferramenta importante em tempos de distanciamento social.

O objetivo principal é auxiliar gestantes, que estão próximas ao momento de parir, a avaliarem a real necessidade de irem às maternidades. O Fale com a Parteira Maceió funciona 24h por dia, através de uma escala de enfermeiras que ajudam a identificar o tempo de contração, rompimento de bolsa, movimento do bebê e outros sintomas do trabalho de parto.  

Com a pandemia do coronavírus, as enfermeiras obstetras também tem recebido muitos questionamentos sobre os riscos de contaminação. Além de tentar reduzir a aflição das futuras mamães, o grupo auxilia para melhorar o fluxo de atendimento, já que há maior demanda nas triagens de maternidades em função da Covid-19.

“O Fale com a Parteira engloba todo o ciclo gravídico puerperal, mas tem sido frequente as conversas sobre os cuidados com a ida à maternidade e a utilização da máscara - e sua higiene - para evitar a contaminação. Tudo isso baseando-se em evidências científicas e nas recomendações dos órgãos de saúde” explicou Juliana Oliveira, enfermeira obstetra, coordenadora do grupo.

Outras informações importantes repassadas para as mamães são relacionadas aos pós-parto, cuidados com os bebês e amamentação, que podem ser sanadas com a ajuda da tecnologia. “Em algumas dessas dúvidas nós podemos até fazer chamadas de vídeos”, explicou Juliana Oliveira.

Para as gestantes terem acesso ao grupo, basta acessar o link do whatsapp, através do Instagram @falecomaparteiraMaceio. A profissional escalada fará um contato privado com as gestantes, e, caso seja necessário, entrará em contato por ligação telefônica.

Juliana Oliveira reforça que a ajuda é restrita às orientações, e que havendo identificação de riscos ou necessidade de uso de medicamentos a recomendação é que a gestante procure um profissional ou serviço de saúde presencialmente.

Por Agência Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.