Header Ads

Delmiro Gouveia comemora 64 anos de Emancipação Política nesta quarta-feira (14)

Imagem Adalberto Gomes
O município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano, comemora seus 64 anos de Emancipação Política nesta quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018. Antes denominado Povoado Pedra, se tornou Distrito de Pedra em 1º de novembro de 1938, através do decreto-lei 846. Em de 30 de dezembro de 1943, passou a ser chamado “Delmiro Gouveia” posteriormente, em consequência do Decreto de nº 2.909. A emancipação política ocorreu em 14 de fevereiro de 1954 pela Lei 1.623, de 16 de junho de 1952, desmembrando-se de Água Branca e passou a ser município, recebeu o nome de Delmiro Gouveia, em homenagem a Delmiro Augusto da Cruz Gouveia.

O primeiro prefeito do município, foi Alfredízio Gomes de Menezes, nomeado pelo governador Arnon de Mello, permaneceu a frente da prefeitura por apenas um ano.

A história do município teve um marco importante, foi a partir da construção da estrada de ferro Great-Western, que constituiu o Povoado Pedra, recebeu esse nome devido a grande quantidade de rochas existentes no solo da região. Povoado Pedra fazia parte do município de Água Branca e com a vinda em 1903, do cearense Delmiro Augusto da Cruz Gouveia, transformou  a história do  Povoado. 

Delmiro Augusto da Cruz Gouveia, um cearense de Ipu, com seu espírito empreendedor, se estabeleceu no Povoado com a venda de couros e peles de caprinos, alguns anos depois, em 1911, iniciou a construção da primeira hidrelétrica do Nordeste no rio São Francisco, sendo inaugurada em 1913 e recebeu o nome de Angiquinho. Em 1914, Delmiro Augusto da Cruz Gouveia, instalou no Povoado à Fábrica Companhia Agro-Fabril Mercantil, indústria para fabricação de linhas para costura. A fábrica atraiu muitos moradores para a região, proporcionando um grande desenvolvimento com a geração de empregos. Com a instalação da fábrica, foi criada uma vila operária,para os funcionários da fábrica, com água encanada, telégrafo, telefone, tipografia, capela, cinema, lavanderias, grandes armazéns de depósitos e escola para crianças e adultos.

Após seu empreendedorismo na região, Delmiro Augusto da Cruz Gouveia, foi assassinado  no dia 10 de outubro de 1917, com três tiros, aos 54 anos de idade às 20h30min, em frente ao seu chalé.

Por Redação Blog Adalberto Gomes Notícias

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.