Header Ads

Washington Luiz passará mais 140 dias afastado, decide conselheiro do CNJ

Há um ano afastado das funções de desembargador, Washington Luiz é investigado por possível favorecimento a Cristiano Matheus
Afastado há um ano, completado na quarta, 28, da presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas e de suas funções jurisdicionais, o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas vai passar ao menos mais 140 dias nesta situação. A decisão é do conselheiro Arnaldo Hossepian, relator do procedimento de controle administrativo a que ele responde no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que trata das estreitas ligações entre o magistrado e o ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus da Silva e Souza.

Ex-genro de Washington Luiz, Matheus responde a várias ações de improbidade propostas pelo Ministério Público Estadual mas somente veio a ser afastado do cargo por decisão da Justiça Federal. No âmbito da estadual, ele teria sido “blindado” pelo ex-sogro. E é para apurar esta blindagem que o CNJ pediu à Polícia Federal em Alagoas a cópia de uma gravação contendo conversas entre Washington Luiz e o também desembargador Fernando Tourinho de Omena Souza.

Por Jornal Extra de Alagoas

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.