Header Ads

Promotorias de Batalha, Mata Grande, Olho d’Água das Flores, Piranhas, Santana do Ipanema e mais 10 cidades recebem novos promotores de justiça

Foto : Anderson Macena e Claudemir Mota
Presidindo a sessão solene do Colégio de Procuradores do Ministério Público, o procurador-geral de justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, deu posse, na última sexta-feira (22), a 15 novos membros da instituição. Durante a solenidade, os promotores de justiça prometeram seguir a Constituição da República para combater a prática da corrupção, atos de improbidade administrativa e defenderam o exercício da cidadania como caminhos a serem seguidos na busca de justiça social e de uma sociedade igualitária.

Por ordem de classificação, foram empossados Ary Lages Filho, Thiago Riff Narciso, Marcus Vinicius Batista Rodrigues Junior, Ricardo de Souza Libório, Ariadne Dantas Meneses, Leonardo Novaes Bastos, Lucas Mascarenhas de Cerqueira Menezes, Isaac de Medeiros Santos, Kleytionne Pereira Sousa, Lucas Schitini de Souza, Alex Almeida Silva, Paulo Victor Sousa Zacarias, Sérgio Ricardo Vieira Leite, Dênis Guimarães de Oliveira e Jheise de Fátima Lima da Gama. Eles vão assumir, respectivamente, as promotorias de justiça de Passo de Camaragibe, Piaçabuçu, Batalha, Traipu, Mata Grande, Matriz de Camaragibe, Feira Grande, Olho d’Água das Flores, Anadia, Limoeiro de Anadia, Piranhas, Marechal Deodoro, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema e União dos Palmares.

Os novos membros foram recepcionados pelo procurador-geral, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, pelo subprocurador-geral administrativo-institucional, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, pelo subprocurador-geral judicial, Sérgio Jucá e pelos procuradores Luiz Barbosa Carnaúba, Denise Guimarães e Antônio Arecippo. Também compuseram a mesa de honra, o diretor do Centro Operacional de Apoio às Promotorias de Justiça, promotor José Antônio Malta Marques; o secretário do Colégio de Procuradores, promotor Humberto Pimentel Costa; o presidente da Associação do Ministério Público de Alagoas (Ampal), promotor Flávio Gomes; o Procurador-chefe da Procuradoria da República em Alagoas; Marcial Duarte Coelho; o presidente em exercício do tribunal de Justiça de Alagoas, Celyrio Adamastor Tenório; o desembargador do Tribunal regional eleitoral em Alagoas, Paulo Zacarias da Silva; o secretário-executivo da integração política e social do Gabinete Civil, Adrualdo Catão, que na ocasião representou o governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho; e o presidente da Associação dos Municípios de Alagoas (AMA), Hugo Wanderley.

Recém-empossado, o novo promotor de justiça Ary Lages Filho foi o orador e falou em nome dos outros 14 colegas sobre a necessidade de um Ministério Público resolutivo como importante ferramenta para que os cidadãos tenham resguardado seus direitos constitucionais. “Chegamos no momento de um Ministério Público resolutivo, onde teremos a responsabilidade de solucionar os problemas das pessoas, entre nós mesmos, sem a judicialização o que leva a morosidade na solução das questões. Sinto-me muito à vontade para falar dessa instituição, desde adolescente carrego o sonho de ser promotor de Justiça e tenho convicção de que cada um dará o seu melhor pela cidadania dos alagoanos”, afirmou.

Ele disse ainda que é preciso afinco o crime de corrupção e manter a esperança de que, com trabalho, a justiça poderá ser distribuída para todos de forma igualitária. “A corrupção é um crime que vem assolando o país, e, na minha opinião, é o mais hediondo. Ele não faz apenas uma vítima, mas todo coletivo é prejudicado. Por isso, é preciso uma visão sistemática para combatê-la. Acredito em um futuro melhor, onde a justiça prevaleça. Assim, falo em nome de todos os meus colegas que a sociedade alagoana pode contar conosco e com nosso comprometimento”, finalizou.

Boas-vindas

Em nome da Associação do Ministério Público de Alagoas (Ampal), o presidente da entidade, promotor Flávio Gomes, deu as boas-vindas aos novos procuradores de justiça. Ele lembrou que é preciso exercer o cargo de promotor de justiça com amor, dedicação e vocação. “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. Não adiante colocar o melhor terno, o sapato mais caro, pegar na caneta sem que a humildade e o amor estejam presentes. A sociedade alagoana vai precisar da atenção e do amor dos senhores”, declara o promotor Flávio Costa.

Bastante emocionada, a procuradora de Justiça, Denise Guimarães, relembrou sua ascensão ao Ministério Público, enaltecendo o seu pai, e aos novéis promotores de justiça, entre eles o seu filho Dênis Guimarães, passou a mensagem de que o novo ciclo exigirá humildade, compreensão e muita coragem. “A luta não será fácil, lembro perfeitamente de como iniciei no Ministério Público. Motivada por minha mãe, espelhada em meu pai, realizei um grande sonho. Naquele tempo as dificuldades eram enormes, mas os senhores ainda encontrarão nas cidades onde atuarão pessoas sofridas, as que veem no promotor de Justiça a única alternativa para garantir os seus direitos, cidadania. Deixem sempre as suas portas abertas, ouçam, atendam, elas acreditam em nós”, ressalta a procuradora Denise Guimarães.

O procurador de justiça Antônio Arecippo também fez uso da palavrara para dar as boas-vindas aos novos promotores de justiça. Recordando o início de sua carreira na instituição ministerial, ele ressaltou que é preciso dedicação e muita atenção às necessidades do cidadão. “É um orgulho e uma felicidade participar da posse de 15 novos promotores de justiça. Sejam bem-vindos, dediquem-se prestem atenção aos anseios da sociedade onde vocês exercerão esse ofício tão importante e tenham muito brilho nesse novo caminho que vocês começam agora”, disse ele.

Antônio Arecippo foi seguido em seu discurso pelo subprocurador-geral judicial, Sérgio Jucá. “Realizamos um concurso público, no qual os senhores e senhoras foram aprovados, que foi um exemplo de probidade. Foi um Marco no ministério Público de Alagoas. Também quero lembrar, que foi uma verdadeira odisseia prover novos cargos de promotor em face de um orçamento tão apertado, por isso, esta data é para celebrarmos com muito entusiasmo. Por isso, não é exagero afirmar que essas nomeações são resultados de uma verdadeira proeza, um marco na gestão de Alfredo Gaspar de Mendonça Neto. Por isso, desejo que vocês se juntem a nós nessa missão de perseguir a distribuição da justiça em Alagoas”, afirmou ele.

Novos caminhos

O procurador-geral de justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, encerrou os discursos da solenidade. Ele fez um agradecimento a todos que contribuíram para a posse dos 15 novos promotores, o que completou 26 novas nomeações em sua gestão à frente do Ministério Público de Alagoas.

“Quero iniciar externando minha gratidão ao Colégio de Procuradores de Justiça, a Associação do Ministério Público e aos procuradores de justiça Márcio Roberto Tenório de Albuquerque e Sérgio Jucá, que me ajudam a administrar a Procuradoria-Geral de Justiça. Faço, também, um agradecimento ao governador por disponibilizar os meios à suplementação do orçamento do Ministério Público, o que nos permitiu a nomeação desses novos promotores. Também é preciso agradecer ao Tribunal de Justiça de Alagoas que mantém uma relação franca com o a instituição ministerial. Por isso, essa é uma conquista de todos nós e quem ganha é a sociedade alagoana”, disse.

Alfredo Gaspar ainda afirmou que a instituição cresce ao receber pessoas que desejem trabalhar pela sociedade alagoana. “É uma imensa alegria poder chamar esses jovens que estão tão bem preparados pessoas para dar o melhor de si nos cantos mais sofridos do estado, que são o Agreste e o Sertão. Vocês agora integram uma instituição que tem distribuído cidadania e que vem lutado pelo povo alagoano. O Ministério Público é uma casa pró-ativa, democrática e republicana, composta de homens e mulheres da melhor envergadura moral e intelectual, e que têm prestado, ao longo de muito e muitos anos, um serviço de excepcional qualidade à população de Alagoas. Contamos com o trabalho de vocês, a partir de agora, com a certeza de que os senhores já incorporaram a missão da instituição e que atuarão com afinco e humildade para defender o povo alagoano.

Por MPE/AL

Nenhum comentário

Adalberto Gomes Noticias . Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.